ANA BARROS

UTAD / CITAB

Sess√Ķes em que participa:

Dia 19 de Novembro às 16h30

A nova face das leguminosas: desafios na sustentabilidade e na sa√ļde

Manter uma dieta equilibrada √© um problema crescente para os cidad√£os dado que a propor√ß√£o de alimentos altamente processados na dieta humana tem vindo a aumentar como resultado do estilo de vida atual sedent√°ria e escassez de tempo para a confe√ß√£o de refei√ß√Ķes, levando assim a que tendencialmente o aporte di√°rio de fibra diet√©tica, micronutrientes, entre outros n√£o seja de todo suficiente. No entanto, a import√Ęncia da composi√ß√£o dos alimentos na sa√ļde humana, tem aumentado o interesse dos consumidores no consumo de alimentos n√£o s√≥ saud√°veis em rela√ß√£o ao seu conte√ļdo em nutrientes, mas tamb√©m ao n√≠vel de compostos bioativos, e que em simult√Ęneo, reduzam a propor√ß√£o de gorduras saturadas com efeito negativo no desenvolvimento de patologias cardiovasculares e metab√≥licas.

As leguminosas podem assumir aqui um papel determinante, uma vez que podem constituir uma alternativa saud√°vel aos alimentos processados, sendo ricos em fibra e em amino√°cidos essenciais. Al√©m dos efeitos ben√©ficos na sa√ļde dos consumidores, o aumento do consumo de leguminosas, pode ser um grande contributo para a sustentabilidade de todo o sistema agroalimentar, reduzindo a depend√™ncia de produtos alimentares de origem animal, os quais requerem maiores recursos econ√≥micos, assim como tempo de produ√ß√£o. Neste sentido, a combina√ß√£o de prote√≠nas e amino√°cidos presentes em leguminosas, torna-se de especial interesse para vegetarianos e vegans, uma vez que lhes permite garantir uma dieta equilibrada.